Pedido de impeachment de Marcelo Miranda é protocolado

Pedido de impeachment de Marcelo Miranda é protocolado

Mais de 13 mil pessoas apoiam Documento que aponta crimes de responsabilidade.

Foi protocolado na Assembléia legislativa do Tocantins, na capital Palmas, pedido de impeachment do Governador do Tocantins, Marcelo Miranda. O documento foi entregue pelo Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Tocantins, Cleiton Pinheiro, e é baseado em supostos crimes de responsabilidade cometidos pela gestão.

O documento de 94 páginas conta com mais de 13 mil apoiadores, que assinaram o documento em 17 municípios tocantinenses. Em nota, a Secretaria de Comunicação do Tocantins disse que o governo só vai se manifestar depois de ser notificado desse pedido pela Assembleia Legislativa.

Cleiton Pinheiro, afirma que o pedido busca comprovar que houve crime de responsabilidade cometido pelo governador. Segundo ele, Marcelo Miranda descumpriu a lei orçamentária de 2015, além de não ter pago benefícios dos servidores como a data-base e a progressão.

Pinheiro também aponta a falta de repasse de verbas descontadas dos subsídios dos servidores para o Plansaúde e empréstimos consignados. Além disso no pedido diz que o governador vem descumprindo a Legislação no que diz respeito a Planos de Carreiras dos servidores públicos; sucateamento das viaturas, delegacias de polícia e falta de efetivo para atender à população; falta de remédios, condições de trabalho e até alimentação para pacientes, acompanhantes e servidores dos hospitais do Tocantins.

O governador Tocantinense vive uma péssima fase, recentemente foi alvo de operação da Polícia Federal, a Reis do Gado, que investiga suposto esquema de desvio de dinheiro público e lavagem de dinheiro.

Rádios online