Polícia prende novamente acusado de trafico de drogas na cidade de Estreito

Polícia prende novamente acusado de trafico de drogas na cidade de Estreito

A população não entende porque o acusado que desafia as leis não permanece preso.

A polícia prende, as leis soltam, a polícia prende, as leis soltam, a polícia prende, as leis soltam.... Chato isso né? Mas é o retrato do que ocorre em nossa sociedade nos dias atuais. O Estado parece ter criado um cartão fidelidade para a bandidagem, daqueles em que quanto mais você faz ou compra algo, mais você ganha e acaba sendo beneficiado. As vezes o próprio bandido debocha da cara da polícia, diante aos erros e limitações da segurança pública, prevalece o crime, mesmo quando surgem aqueles policiais e agente públicos que querem trabalhar e acabar com o crime, a dificuldade é imensa.
 
Deboche é pouco para definir o comportamento desse cidadão, é como se ele vivesse em outro mundo, onde pode tudo e as leis não o atingem, a cadeia é uma 'sala de estar" e a viatura um transporte coletivo. O cidadão de bem esta cansado de ver os mesmos bandidos nas ruas, cometendo crimes e agindo de forma irrestrita. O medo de denunciar mora bem aí, onde o cidadão ao fazer acaba se envolvendo em uma trama onde perde quem é de bem e sequer uma arma para se defender a população pode ter.
 
Ouvir um policial dizer "de novo", olhando na cara de um bandido, significa bem mais que uma constatação, mas uma revolta daquele que da sua vida no combate ao crime e se depara com o mesmo delinquente praticando as mesmas coisas. Precisamos de cadeias e de juizes mais "justos e menos "positivistas", assim então vamos promover a jsutiça ao invés de seguir as leis somente como imbecis. Enquanto os nossos deputados e senadores ficarem brincando de trabalhar, nós simples cidadãos mortais seremos vitimas duas vezes, uma do crime em si e a segunda da injustiça. Clamar por justiça é mais que querer o justo, é querer que as coisas sejam valoradas de forma correta. O trafico de drogas é um crime covarde, onde pessoas acabam sendo escravizadas e só quem ganha é o traficante, os demais se matam aos poucos, claro que para existir o traficante tem de haver os usuários, porem a existência destes pontos de venda existem porque o estado é ineficiente.
 
Mais uma abordagem de rotina da FORÇA TÁTICA do 12º BPM de Estreito MA, que teve a participação dos policiais (Asp Carlos, Sd J Rodrigues, Sd Cesar e Sd Ronilson), terminou em mais uma prisão e apreensão de drogas na cidade. Os policiais prenderam o traficante já conhecido tanto pela Polícia Militar quanto pela população, Marcos Benvindo da Silva, 40 anos, morador da Rua João Castelo 392, Bairro Centro. Com ele foi encontrado uma relevante quantia de 50 (cinquenta) papelotes de crack prontos para venda e 01 (uma) porção grande de crack com aproximadamente 30 gramas, além de R$ 95,00 reais em diversas cédulas. O conduzido foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Estreito para ser autuado juntamente com todos os materiais apreendidos.

Rádios online