TOCANTINÓPOLIS-TO: Secretaria de Assistência Social realiza acolhida com famílias que participarão do Programa Criança Feliz

TOCANTINÓPOLIS-TO: Secretaria de Assistência Social realiza acolhida com famílias que participarão do Programa Criança Feliz

A Prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou na manhã desta sexta-feira (25), no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a acolhida das famílias selecionadas a participarem do Programa Criança Feliz (PCF). No encontro, o público-alvo integrante do Programa Bolsa Família e beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC) receberam informações a respeito da política concernente ao PCF, bem como conheceram os visitadores, coordenadora/supervisora do programa no município.

O encontro contou com a participação da secretária municipal de Assistência Social, Eleny Araújo; da coordenadora e supervisora do Programa Criança Feliz, Verônica Macedo; da representante da secretaria municipal da Educação e Cultura, Marly Monteiro; do Padre paroquiano e diretor da Pastoral da Criança, Geraldo; da coordenadora do Comitê Gestor do Programa Criança Feliz e psicóloga do CRAS, Karla Lagares; da coordenadora do CRAS, Adriana Pereira; e beneficiários do programa.

Reorganizar o fluxo de atendimento aos cidadãos e criar mecanismos de inserção dos mesmos aos programas federais, atuando também na concepção de oportunidades de trabalhos é um dos objetivos da Secretaria de Assistência Social. “Hoje é momento muito especial. Estamos realizando a acolhida das famílias contempladas pelo Criança Feliz, programa este que tem a finalidade de trazer mais benefícios às crianças, com relação ao desenvolvimento de nossas crianças. Este é mais um programa que veio somar junto às políticas de assistência social, bem como fortalecer o aprendizado, à saúde e o melhoramento da qualidade de vida das mães e crianças”, ressaltou.

Programa Criança Feliz

O programa Criança Feliz, do governo federal, atenderá 150 pessoas no município de Tocantinópolis. A política do Criança Feliz visa acompanhar crianças de zero a três anos devidamente cadastrados no Programa Bolsa Família (PBF) e as de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), incluindo as vítimas de microcefalia por zika vírus e as crianças afastadas do convívio familiar por medida protetiva.

Cada visitador acompanhará 30 pessoas através de visitas domiciliares, voltadas ao desenvolvimento integral das crianças e gestantes. Além disso, o Criança Feliz busca a articulação desta oferta com os demais serviços socioassistenciais e as demais políticas públicas, visando ao atendimento das demandas identificadas por meio das visitas domiciliares e a integralidade na atenção às famílias.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

Rádios online