UFT de Tocantinópolis realiza I Mostra Intergeracional nesta terça, 20

UFT de Tocantinópolis realiza I Mostra Intergeracional nesta terça, 20

Tendo em vista a crescente ascendência nas três últimas décadas em relação ao aumento expressivo do número de idosos em todo o mundo, sobretudo, a discussão que envolve o envelhecimento humano e suas interfaces, a Universidade Federal do Tocantinópolis – Câmpus de Tocantinópolis, promove nesta terça-feira (20), a partir das 18h30, no auditório da instituição, a I Mostra Intergeracional.

O evento será promovido pelos cursos de Pedagogia Educação Física e surgiu como desdobramento do Projeto de Extensão – Atividade Física e Cognição: Promoção da Saúde do Idoso em Tocantinópolis. Na oportunidade, os idosos apresentarão, por meio de grupos de trabalhos, as atividades desenvolvidas ao longo do projeto.

De acordo com a idealizadora e coordenadora da Mostra Profª. Drª. Fabíola Andrade, a proposta visa apresentar à sociedade um novo conceito sobre a vivência do idoso em Tocantinópolis. “A Mostra busca publicizar as ações realizadas pelos idosos no âmbito do projeto de extensão desenvolvido no Campus da UFT/Tocantinópolis, denominado Atividade Física e Cognição: promoção da saúde do idoso em Tocantinópolis, para a partir dele promover um momento de reflexão sobre a participação e empoderamento desse segmento etário nas ações realizadas na universidade, acentuando assim o valor da educação enquanto processo temporal e formativo na vida dos mesmos e cujo os reflexos se estendam à saúde”, ressalta.

O Projeto busca ainda através da I Mostra Intergeracional desmistificar a imagem a qual muitos ainda insistem em ter em relação à pessoa idosa. De que o idoso deve ser ocioso, ficar em casa cuidando de netos e dos afazeres domésticos ou mesmo privados do convívio social. "A sociedade precisa se atentar para uma realidade sobre uma concepção ampliada de educação. Aquela capaz de dar resposta a um amplo leque de necessidades formativas em múltiplos contextos e para diferentes grupos humanos ao longo da vida", destaca Fabíola.

Nesse sentido, um indicador desse crescimento tem sido a expansão de estudos e ações voltadas ao tema realizadas em diferentes espaços, sobretudo, unificando universidade e comunidade externa. Permitindo às pessoas jovens, adultas e idosas complementarem sua formação, recuperá-la ou mesmo adquiri-la pela primeira vez, o que pode ocorrer em um sistema formal, não formal, ou informal, dentro ou fora da escola em qualquer momento de sua existência.

Ascom Prefeitura

Rádios online