Vitória de Gerson Curingah no SSF Fight é uma lição de vida, atleta venceu a luta em uma das mais importantes competições nacionais.

Vitória de Gerson Curingah no SSF Fight é uma lição de vida, atleta venceu a luta em uma das mais importantes competições nacionais.

Emoção, assim podemos definir a sensação de muitos moradores de Estreito no estado do Maranhão, em pleno sábado a noite assistir ao vivo a luta que marcou deu mais uma vitória na carreira de Gerson. Uma luta dentre outras tantas que estão por vir mas essa teve um gostinho diferente, não se trata apenas da vitória na luta e sim na vida pessoal de um atleta determinado e muito humilde.

Todos sabem que Gerson dificilmente recebe algum tipo de patrocínio, não é por falta de bater nas portas do poder público ou dos empresários, mas pela falta de visão acerca das lutas como esporte por parte de alguns. Visão equivocada e arcaica, basta assistir uma grande ou pequena luta para ver a quantidade de empresas multinacionais que patrocinam atletas, juízes e ate mesmo o próprio evento. Mas a cabeça de alguns empresários ainda gira em torno do futebol somente, não que seja um esporte ruim, ao contrario, tornou-se popular exatamente por ser objeto de desejo de muitos em ser um jogador ou mesmo em assistir um jogo no estádio. Visão é algo cada vez mais raro nos dias de hoje, retorno imediato e curto prazo são as máximas do mercado de patrocínios, embora aquele que pense de forma planejada e a longo prazo tenha de investir por um tempo maior no inicio, ao final ele colherá resultados infinitamente melhores do que em pouco tempo. Aliar sua imagem que tenha como produto a saúde, superação, determinação e foco, é só para empresario que enxerga longe. O poder público engessado pela burocracia exagerada ou mesmo com verbas curtas, deixam os gestores as vezes com vontade mas sem nenhuma possibilidade de ajudar. Quase nenhuma!

Gerson ganhou a luta contra o esquecimento, contra o preconceito e principalmente contra aqueles que insistem em pronunciar a palavra "dificilmente, impossível, negativo". Acima do peso Gerson precisou perder 13 KG para lutar, determinado ele conseguiu perder o peso com muita saúde. Como todo ser humano ele precisa, tomar café da manha, almoçar e jantar, sem falar é claro nas refeições especificas para um atleta e tipo de alimentos necessários. Aí você pensa, mas o que tem isso haver com a luta, tem uma importancia fundamental na vida de um atleta, a alimentação e suplementação fazem toda a diferença na vida deles e Gerson não tem patrocínio para comprar estes produtos, quando compra é do próprio bolso, na raça mesmo, devendo para acertar depois, a realidade é de fato lamentável, mais que isso, não é Gerson que tem de ter vergonha por ser humilde mas os ricos por não serem inteligentes em aliar a imagem de suas empresas e ou marcas a Gerson.

Pense em todas as despesas dele, passagem, preparação, roupas, alimentação, suplementação, despesas gerais e ainda os custos dos campeonatos e treinamentos. Caro né? Não seria se 5 empresários resolvessem patrocinar Gerson, colocando seus nomes nas roupas e ferramentas de divulgação pela web. Cada vez que o cliente olhar pra Gerson lembrará de sua marca, isso é algo como ouro para uma empresa, mas para o cego o petróleo não passa de algo preto e sujo.

 

Após a luta desta noite ficou provado uma coisa, o bem de fato sempre vence, não importa o que você faça, faça com amor, carinho e dedicação, Deus se encarrega do resto. Se formos falar em dificuldades desse atleta ficaríamos aqui por dias, sua mãe é uma guerreira e faz o que pode para ajudar o filho, de fato é uma historia de superação.

Gerson de forma humilde ainda se diz paciente com pessoas do bem que irão surgir, imagine se este atleta tiver apoio até onde ela pode ir e levar o nome de Estreito. Falando nisso, tá na hora de alguém do poder público fazer algo por Gerson, o prefeito Cicero Neco deve sem sombra de dúvida nos próximos dias conversar com o atleta neste sentido, homem sério e humilde, o prefeito ficou impressionado ao saber da luta de Gerson hoje.

O Jornal Momento faz sua parte e vai sempre estar com Gerson, divulgando Estreito e transmitindo as lutas dele, agradecemos Gerson pela oportunidade e pela lição que nos da, a boa vitória é aquele que enfrentamos nossos maiores obstáculos, passamos por dificuldades e não de desistimos, Gerson é sinônimo de superação. Não podemos esquecer de citar aqui Jackson pontes que também é filho de Estreito e possui uma equipe em SP e trabalhou duro pra levar o nome de Gerson e Estreito para a vitória. E antes de terminar agradecer a duas pessoas que acreditaram no Gerson, ajudaram ele financeiramente e sequer exigiram os seus nomes exaltados, fica o nosso respeito registrado ao Renato e Amilton, pessoas que não sabemos quem são mas se tornaram importante para a cidade.

Rádios online